Home » Saúde

Unhas podem indicar problemas de saúde

Uma simples macha pode ser um sinal de câncer. Se não for tratada, pode acarretar até a amputação do dedo ou parte inteira do membro.

Unhas podem indicar problemas de saúde

Tanto a mulher quanto o homem deve prestar mais atenção em qualquer alteração na unha seja da mão ou do pé. Às vezes uma simples macha que acreditamos ser um machucado interno é sinal de câncer. Se não for tratada a tempo pode acarretar até a amputação do dedo ou parte inteira do membro.

Além dessa patologia existem muitas outras que podemos descobrir só olhando para o estado das unhas. Se notarmos qualquer alteração, o ideal é procurar imediatamente um médico dermatologista. Mas atenção ele tem que possuir especialização em Podologia (estudo dos pés). Caso contrário a patologia irá passar despercebida e quando for descoberta será tarde demais.

Qualquer pessoa independente da idade pode apresentar qualquer alteração nas unhas. Podem ser fracas, quebradiças, finas, curvadas, descoloradas ou irregulares. Mas ao passo que envelhecemos essa probabilidade aumenta e por isso exige atenção especial.

Alterações mais comuns nas unhas:

- Unhas encravadas: o “dedão” do pé tem a borda comprimida na pele o que causa muita dor. Resulta-se da forma como se corta a unha, do calçado apertado, traumatismo (exemplo: excesso de exercícios físicos) ou calos. Pode ser curado pela extração dessa unha da pele o que deve ser feito somente por podologista para evitar qualquer inflamação ou infecção.

- Espessamento das unhas: é uma alteração na espessura e formato das unhas o que pode indicar várias doenças. Exemplos: diabetes, artrite e problemas circulatórios. A causa pode estar também relacionada à idade avançada, uso de sapatos apertados ou traumatismo.

- Traumatismo: é a má formação da unha quando se derruba qualquer objeto sobre ela. Para tratá-la, o podologista deve alisar a camada da unha para diminuir a sua espessura.

- Infecção fúngica ou onicomicose: vários tipos de fungos se instalam na unha o que fazem a mudança de cor no canto da unha. Ela passa a ficar amarelada e grossa, podendo até cair.

Sinais de alerta:

Unhas podem indicar problemas de saúde 1- Machas esbranquiçadas: anemia; insuficiência renal; dermatite; micose e psoríase. Falta de zinco.

- Manchas ou unhas amarelas: diabetes; micoses e problemas no fígado. Excesso de betacaroteno no organismo (vitamina A).

- Amarelada, espessa (grossa) e sem crescimento: distúrbios pulmonares.

- Arroxeadas: micoses; tumores nas unhas (matriz ungueal); lúpus e problemas cardíacos.

Unhas podem indicar problemas de saúde 2

- Esverdeadas, inchadas ou com vermelhidão: micoses e infecções bacterianas

- Metade branca e metade avermelhada: problemas renais..

- Faixas negras: micoses; tumores nas unhas (matriz ungueal); alterações hormonais e câncer de pele.

- Fracas, quebradiças e escamadas: anemia e hipotireoidismo. Falta de vários nutrientes (cálcio, zinco e vitaminas A, B e E).

- Ondulações: traumatismo; anemia ou problemas cardíacos ou pulmonares.

Como prevenir?

- Sempre verificar a aparência das unhas; corte as unhas de forma reta e não arredondada; não empreste ou use alicate de outra pessoa; verifique se a ponta do alicate está afiada; nunca use um calçado apertado; ao lavar os pés enxugue-os entre os dedos e evite andar descalço

Tipos de tratamentos

Dependendo do tipo de anormalidade o tratamento pode ser feito a base de antifúngicos tópicos (aplicação) ou tratamento oral (antifúngicos em comprimidos ou cápsulas). As famosas micoses de unha (onicomicose) requerem um tratamento de 4 a 6 meses (mãos) ou até 12 meses (pés).

Tags: , , , ,
Publicado por Blogcamp
Revisado em 15/03/2018

Compartilhar