Home » Comportamento

Timidez excessiva é doença?

Algumas pessoas são mais tímidas que outras em diversas situações. Saiba se a timidez é uma doença e como vencê-la.

TimidezA timidez é uma condição humana complexa de medo ou desconforto perante situações ou pessoas desconhecidas.

É caracterizada pelo medo, predisposição e pela experiência prévia do embaraço, isto é, da vergonha.

Não pode ser considerada uma doença por ser inerente ao ser humano, entretanto, é dita, muitas vezes, como a raiz de alguns tipos de ataques de pânico ou descrita como um tipo de “ansiedade social”.

A relação da timidez excessiva com o termo “doença” é incorreta e inaceitável, a timidez é parte do indivíduo, no entanto seu nível de influência no cotidiano é variado e apenas quando é constatado um desvio de personalidade para uma condição em que se evita o convívio social, somente esse desvio pode ser considerado patológico, com raízes na timidez, e deve ser tratado.

Timidez excessiva na infância

Criança tímidaA timidez excessiva nas crianças é um processo complicado que pode causar um bloqueio na sua evolução.

As crianças tímidas são, muitas vezes, rotuladas por essa característica e assumem essa posição como se fosse natural ser cada vez mais introvertido.

Sim, certo grau de timidez é natural, no entanto, grande parte das crianças tímidas aprisiona-se em um grande medo de exercer suas atividades e brincadeiras de forma livre e de ir ao encontro dos outros com prazer por puro receio do que vai encontrar.

Essa restrição causa uma imensa dor nas crianças que, geralmente, é compreendida apenas muitos anos depois.

Timidez excessiva na adolescência

Adolescente tímidaA adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas e psicológicas, também é o momento em que se questionam sua imagem e suas ideias, a autocrítica e a crítica alheia são muito presentes nesse período, no entanto é essencial saber trabalhar a mentalidade do jovem nessa etapa de transição.

Muitos adolescentes desenvolvem em uma grande timidez em função de críticas excessivas e desorientadas de outras pessoas a seu respeito, isso faz com que se escondam da sociedade instintivamente, preferindo não se expressar a receber críticas.

Esse fato é extremamente doloroso e se não tratado pode gerar um caso de fobia social.

Timidez excessiva: o que fazer?

TímidaEm relação às crianças, a primeira atitude e talvez a mais importante seja jamais rotulá-las como tímidas, pois elas absorvem o conceito e vão se comportar assim por um bom tempo.

Considerando as crianças tímidas é importante incentivar o trabalho em grupo como em teatros, aulas de música e pintura os quais também dão vazão à criatividade, elogiar suas atividades e acompanhar de perto seu desenvolvimento.

Já para os adolescentes, o diálogo é essencial para que a fase de transição seja bem resolvida e não deixe resultados negativos. Além disso, em ambos os casos, a terapia é uma ajuda fundamental, pois expõe os medos da pessoa, ajuda-a a entender a irracionalidade de muitos deles e, por ser uma técnica de treinamento, a encará-los no cotidiano para que sejam superados.

Assim, a timidez deve ser vista como um comportamento natural até certo ponto, quando começa a interferir frequentemente no cotidiano causando restrições nas atividades diárias, esse é o momento crítica de pedir auxílio, ou de auxiliar, e trabalhar para a superação desse medo irracional e desnecessário da relação para com a sociedade.

Assista ao vídeo do Youtube e saiba algumas dicas de como vencer a timidez:

Pessoa tímida escondendo o rosto

Não há quem nunca tenha passado por algum momento em que a timidez tomou conta de sua mente em determinada situação e seu corpo de repente travou.

Na maioria das pessoas, a timidez surge como uma inibição inicial em ocasiões de estranhamento e com o tempo vai diminuindo, à medida em que vamos nos familiarizando com o contexto social.

A timidez não é uma doença, mas uma predisposição psicológica natural. Entretanto, se apresentada de forma excessiva, pode derivar em um transtorno mais grave: a fobia social. Este problema interfere no trabalho, na escola e vida social do indivíduo, prejudicando-o gradativamente. Grande parte das pessoas que sofrem disso apresenta os primeiros indícios na infância e, por ser esta a principal fase de formação do homem, a timidez pode se intensificar muito rápido e acarretar reflexos para o resto da vida se não tratada.

Timidez excessiva na infância

Toda criança, muito tímida ou não, passa por fases de retraimento, normais no processo de crescimento. A potencialidade para uma timidez excessiva geralmente se apresenta entre os 5 e 7 anos. Crianças excessivamente tímidas não se divertem e com o decorrer do tempo podem desenvolver transtornos psiquiátricos como transtornos de ansiedade e fobia social.

A criança tímida normalmente tem medo de errar, é muito exigente consigo mesma e teme a reação das outras pessoas. Por isso, evita tomar a iniciativa e prefere ficar isolada, não fazendo amizades. Esta insegurança faz com que precise da ajuda dos pais para tudo.

aluno tímido em sala de aula

Ao perceberem que na primeira infância a criança apresenta este traço em sua personalidade, os pais devem apoiá-la e encorajá-la para desenvolver capacidades, competências e segurança na autoestima, evitando ao máximo que a timidez se transforme em um sintoma complexo e mais difícil de ser tratado. Sabe-se que durante a infância os pais são o maior exemplo para os filhos, portanto é importante que se atentem também ao próprio comportamento e olhar que têm sobre si mesmos. Devem analisar se são tímidos ou pessimistas, se têm medo das circunstâncias, se são inseguros e insatisfeitos com as coisas, se tendem a se isolar, se têm poucos amigos, se são super-protetores e ansiosos, se têm pouco convívio social e até mesmo se são muito rígidos, críticos, dominadores e avessos a demonstrações de afeto. É provável que tudo isso influencie muito no comportamento da criança.

Timidez excessiva na adolescência

Na adolescência ocorrem as principais mudanças no corpo e mente do indivíduo. Se há alguma propensão a ansiedades e inseguranças de diferentes gêneros, isto faz com que ele crie uma auto-imagem desfavorável de seu corpo, mesmo que essa imagem distorcida não corresponda à realidade. Nesta fase, a aceitação pelo grupo é essencial e as distorções favorecem o agravamento da timidez e inseguranças sociais.

cena do filme as vantagens de ser invisível

As manifestações mais frequentes do jovem que sofre de timidez excessiva são: estado de euforia, atitudes impulsivas de mudança visual (corte de cabelo, regimes, acessórios específicos usados por um grupo, etc) e outras práticas que desinibem sua introspecção. Funcionam como defesa e fuga da realidade e podem decorrer facilmente em uma dependência física.

No corpo do jovem, a timidez excessiva é manifestada pela aceleração do batimento cardíaco, sudorese excessiva nas axilas, pés e mãos e comprometimento dos gestos. O corpo se contorce e a respiração fica difícil devido ao alto grau de ansiedade, podendo acarretar até mesmo a paralisação dos membros.

Timidez excessiva: o que fazer?

Por não ser uma manifestação somente biológica ou psicológica, o tratamento possui várias abordagens. Atualmente o principal tratamento para a timidez excessiva é a terapia cognitivo-comportamental. As principais técnicas são: exposição, reestruturação cognitiva, técnicas de relaxamento e treino de habilidades sociais.

consulta com o psicológo

A exposição facilita ao paciente imaginar ou confrontar realmente as situações que quer enfrentar. As técnicas de reestruturação cognitiva orientam o tímido a observar seus pensamentos irracionais e negativos e examinar as evidências favoráveis e contrárias aos pensamentos distorcidos. As técnicas de relaxamento ajudam o paciente a controlar sintomas fisiológicos antes ou durante as situações que a pessoa gostaria de enfrentar tranquilamente. No treinamento de habilidades sociais o tímido pratica técnicas de ensaio comportamental, reforçamento social e treinamento realizado fora da sessão.

A arteterapia, a musicoterapia e outras terapias alternativas são atividades importantes como opções para aumentar a autoestima, a expressividade e a criatividade do indivíduo. No vídeo a seguir, acompanhe outras dicas para vencer a timidez, com base na Programação Neurolinguística:

Publicado por Viviana
Revisado em 07/11/2013

Compartilhar

Vídeos relacionados

Conteúdo relacionado

O que fazer quando a timidez vira doença - ÉPOCA | Jairo Bouer

O que fazer quando a timidez vira doença ... Um dos limites claros da timidez excessiva é uma condição conhecida como fobia social.

Timidez excessiva pode ser doença - VilaMulher

A timidez é característica comum em grand eparte da população e não deve ser encarada como defeito. Muitas vezes revela mistério e até um pouco de ...

Especialistas explicam quando é preciso tratar a timidez ...

Os psicólogos dividem a timidez em dois tipos: a situacional e a crônica. A situacional é a que quase todos experimentam em ocasiões específicas, como ...

Timidez excessiva é doença ? | Yahoo Respostas

Eu sempre fui extrovertida e amigável, mas depois que eu mudei de escola e me fechei e tudo começou a parecer novo pra mim. Não consigo falar em ...

Mosaico da Psicologia: Timidez excessiva pode ser doença

Grande parte das pessoas sente-se ansiosa em situações de exposição social. Alguns ficam nervosos nas famosas entrevistas de emprego ou exposição de seminários ...

Timidez - VilaMulher

Timidez excessiva pode ser doença A timidez é característica comum em grande parte da população e não deve ser encarada como defeito. Muitas vezes revela ...

Timidez pode ser classificada como doença - HypeScience

Para mim timidez não é doença, ... Essa fobia é fomentada pela timidez excessiva. Os sintomas aparecem simplesmente quando alguém fala o meu nome.

Como superar a timidez - Home - Miguel Lucas

A timidez não é doença, ... me formar em psicologia e estudar a complexidade mente humana e assim também ajudar pessoas assim como eu a superar a timidez excessiva.

Transtorno de ansiedade social atinge 13% dos brasileiros ...

Segundo pesquisadora da USP de Ribeirão Preto doença é confundida com timidez excessiva

Quando a timidez vira doença - ISTOÉ Independente

Quando a timidez vira doença. Qual a froenteira entre a inibição natural e a necessidade de tratamento médico. Cultura. Real Bailarino.

Timidez – Wikipédia, a enciclopédia livre

A timidez ou o acanhamento pode ser definida como o desconforto e a inibição em situações de interação pessoal que interferem na realização dos objetivos ...

Timidez é doença?Pode ser? | Yahoo Respostas

Timidez não é doença, ... a timidez excessiva pode ser uma característica de um transtorno de personalidade..O tratamento é simplesmente a terapia ...

Doença social pode ser confundida com timidez - 06/07/12 ...

ELA - MUTISMO SELETIVO - Doença social pode ser confundida com timidez - - 06/07/12

Timidez excessiva leva a fobia social | Mundo, Notícias ...

Timidez excessiva leva a fobia social. ... a pessoa precisa de ajuda para não deixar a timidez provocar sérios danos nas relações ... timidez não é uma doença.

TIMIDEZ: CASOS E SUGESTÕES - Timidez To Fora

Além da timidez excessiva, ... que é comum em quem sofre de Timidez.Devido a tantas frustrações o tímido pode acabar desenvolvendo outra doença que é a ...

O que é Fobia Social, causa, sintomas, tratamento, tem ...

A timidez excessiva e comportamento contido desde a infância pode atrapalhar ... A doença não pode ser detectada através de exames ou amostras de sangue e ...

Timidez é doença? » Blogadão - blogadao.com

A timidez é uma característica natural da pessoa, mas quando é excessiva, pode ser sinal de doenças.

Timidez - Dicionário Online de Português

Segundo estudiosos, o fenômeno pode ser atribuído à excessiva timidez dos japoneses. Folha de São Paulo, 09/08/2009. Outras informações sobre a palavra.

Se livre da timidez - Guia do Bebê

Timidez é uma característica da personalidade da criança e não uma doença.

Superar a Timidez: 20 dicas incríveis! | Psicologo SP .com

Uma série de dicas úteis e práticas para você vencer a timidez. Uma série de dicas úteis e práticas ... (quando a timidez se torna doença).

Receba novidades

Comentar