Home » Relacionamento

Relacionamento aberto dá certo?

Ter um compromisso não se especifica estar ligada somente a uma certa pessoa, um relacionamento possui várias formas de ser mantido.

taylor, kristen e rober

Ninguém quer ficar sozinho, mas a verdade é que ter um relacionamento tradicional está cada vez mais complicado. Encontrar alguém compatível com nosso ritmo de vida, nossas ambições e nossa própria personalidade é uma ciência quase alquímica, da qual cada vez menos praticantes aparecem.

Por isso, às vezes é preciso fugir um pouquinho do tradicional e dar uma respirada, procurando algo novo para fugir das desilusões, ou apenas para experimentar uma sensação nova.

Pensando nisso, preparamos um pequeno panorama das novas formas de relacionamento que estão em voga. Confira:

O que é relacionamento aberto?

triangulo amoroso

Relacionamento sem compromisso? Relações com quem quiser? Esquecer a necessidade de dar satisfações? Na verdade, não é bem assim. Um relacionamento aberto precisa de regras sim, mas elas são extremamente flexíveis.

Um relacionamento aberto, nada mais é, que um compromisso a dois nos quais são permitidas aventuras com terceiros. Mas preste atenção: é um compromisso a dois. Significa que existe sim um relacionamento, um namoro, um casamento, e com isso envolve certo grau de responsabilidade.

O que marca um relacionamento aberto é justamente essa abertura para incluir outras pessoas, mas ela não é algo pré-determinado. A maior parte dos casais, os com bom senso pelo menos, sentam no início do relacionamento e estipulam suas condições para um relacionamento aberto.

Que normalmente envolve aspectos como: não é permitido ficar com alguém conhecido, o cônjuge não precisa ficar sabendo com quem você ficou ou com quanto (apesar que existe a opção oposta, na qual você pode fazer o que quiser, mas deve relatar tudo ao seu parceiro oficial), não ir em lugares onde amigos frequentam, ou dormir com outras pessoas sem proteção, etc.

Existe uma infinidade de condições, regras, acordos que podem (e devem) ser feitos antes de se iniciar essa modalidade de relacionamento. Elas servem justamente para preservar os dois envolvidos. Que, de uma maneira ou de outra, podem terminar chateados.

É apenas necessário lembrar que se aquilo que você procura é um relacionamento na qual não exista qualquer forma de compromisso, então não é um relacionamento aberto que você procura, mas apenas ficar, ou aquilo que muitas pessoas chamam de “um lance ocasional”.

Por outro lado, existem muitos casais mais receptivos que conhecem e apoiam relacionamentos paralelos que o cônjuge desenvolve e que duram anos a fio.

Relacionamento aberto e amizade colorida

O relacionamento aberto, então, é aquele relacionamento na qual os envolvidos por algum motivo decidem permitir que terceiros participem do relacionamento, nem que seja ocasionalmente. Ainda assim, existe um “compromisso”, afinal, como já diz o nome, é um “relacionamento” aberto.

A amizade colorida, por sua vez, não envolve propriamente um grau de compromisso grande, ainda que deva ser bem conversada quando começar. Basicamente, uma amizade colorida é um “ficar” com um amigo.

Existe um amigo, ou colega, que você conhece há algum tempo, já desenvolveu certo laço afetivo com ele, ou certa convivência, mas nunca haviam passado para algo além disso. E, de repente, vocês passam. Mas decidem que não querem algo mais complexo que uma amizade com benefícios, quase um lance ocasional, com a possibilidade de ser frequente.

amizade colorida

Assim se começa uma amizade colorida, ainda que isso não signifique que as regras estão abolidas. Novamente existe uma infinidade de pormenores para se tratar. Como se os outros amigos vão saber, se a família vai saber, quais são os limites, se é algo que não irá envolver outras pessoas ou vai, etc.

Se você está pensando em se aventurar por esses campos amorosos, cuidado. Uma amizade colorida pode destruir uma amizade, tanto porque pode fazer nascer um sentimento há qualquer momento, e este não ser correspondido pelos dois, bem como pode fazer acabar um sentimento, mesmo o de amizade, justamente pelos efeitos colaterais que podem surgir.

amizade colorida

Uma coisa é certa, ambos os casos, relacionamentos abertos e amizades coloridas são para pessoas que possuem jogo de cintura e a cabeça aberta. Lembre-se que “dividir” uma pessoa com outra é sempre algo complexo, que vai contra o senso natural de “relacionamento”. Mas, se você for maduro e estiver disposto, alguns riscos podem valer muito a pena.

relaçao a tres
Muito se ouve falar em relacionamento aberto, mas você sabe exatamente o que é isso? Pois bem, vamos começar tirando essa dúvida da galera.

Diferente do que algumas pessoa imaginam, o relacionamento aberto não é o relacionamento que teve sua ruptura temporal, ou seja, está aberto e logo se fechará novamente. Relacionamento aberto não é o relacionamento que está "com um tempo".

Relacionamento aberto é o relacionamento em que ambos os partícipes concordam com a não-monogamia, ou seja, concordam que saírem com pessoas estranhas ao relacionamento não se considera traição. Digamos que João namora Maria, mas sai com a Flávia. Se o relacionamento deles for aberto, não há problemas nisso.

Você acha que está preparado para um desafio desses? Na verdade para alguns isso não chega a ser um desafio, mas apenas um modo de levar a vida amorosa.

Mas posso casar com mais de uma pessoa?

relacionamento aberto

Não. A legislação brasileira não permite que uma pessoa se case com mais de uma pessoa. Em resumo, vivemos em um pais monogâmico e precisamos respeitar isso. Acontece que o relacionamento aberto não quer dizer casar-se com várias pessoas, mas sim manter relacionamento, como um namoro, por exemplo.

E isso dá certo?

Depende. Isso vai depender de como é seu comportamento e pensamento em relação a relacionamentos. Se você for uma pessoa ciumenta e/ou possessiva, certamente isso não dará certo. Isso porque a ideia de dividir seu par com outras pessoas pode soar aterrorizante para essas pessoas ciumentas.

Mas não é só isso que pode atrapalhar. O fato de sair com outras pessoas, sabendo que mantém o relacionamento com um par determinado também pode ser ruim para quem não é adepto à essa prática. Veja bem, não estamos dizendo que é certo ou errado, mas apenas que trata-se de um relacionamento diferenciado e que além de adaptação também precisa estar dentro de sua filosofia de vida. Não adianta você achar bacana e decidir que de agora em diante viverá um relacionamento aberto. Se isso não for de sua rotina, não for o seu jeito de pensar e sentir a vida, não dará certo!

triangulo-amoroso

Além do mais, se a intenção é constituir família essa ideia também pode não ser das melhores, pois há quem diga que pode afetar o desenvolvimento das crianças, que não necessariamente serão adeptos à essa prática amorosa.

Mas e você, o que pensa sobre relacionamento aberto? Conte-nos nos comentários.

Publicado por Andre
Revisado em 25/09/2013

Compartilhar

Receba novidades

Comentar