Home » Cabelo

Queda de cabelo masculino

A queda de cabelo é um problema muito comum, porém se você quer evitar ou prevenir esse problema, procure o quanto antes um especialista.

Queda de cabelo masculino

As pessoas estão cada vez mais vaidosas, sempre em busca de tratamentos e novidades para o corpo e beleza, em especial também ao cabelo. Com o avanço da idade é impossível não perceber os principais sinais da calvície.

Segundo especialistas, durante o dia é normal perder-mos de 50 á 100 fios, já um número elevado a esse com certeza a pessoa terá uma calvície em pouco tempo. Então hoje vamos falar um pouquinho desse assunto, principalmente as causas e o tratamento

Principais causas da calvície:

Queda de cabelo masculino 1Existem muitas causas para a queda de cabelo, mudando de pessoa para pessoa.

- Deficiência de vitaminas: A falta de ferro pode acabar causando a queda de cabelo. Nesse caso é preciso fazer um exame de sangue para detectar essa ausência de vitaminas no organismo.

- Pós-parto: Durante a gestação é normal uma mulher perder bastante fios de cabelo, principalmente do 1° ao 3° mês após o parto. A situação começa a se normalizar depois desse período.

- Produtos químicos: Ao contrário do que muitos dizem, a queda de cabelo também pode ser provocada pelo uso demasiado de algumas substâncias, encontradas em tinturas, água oxigenada, alisantes, descolorantes, entre outros produtos.

- Medicamentos: O uso de alguns medicamentos pode resultar na queda de cabelo, em alguns casos a queda pode ser temporária. Por isso é tão importante não realizar uma automedicação.

- Estresse: O estresse devido á cirurgias, doenças, anemia, mudança de peso pode também provocar a queda de cabelo, até mesmo o estresse emocional.

Tratamentos para a queda de cabelo:

Felizmente existem alguns tratamentos para a queda de cabelo, no entanto deve variar de pessoa para pessoa. A melhor alternativa é procurar um médico dermatologista, pois ele indicará o melhor tratamento, seja à base de cremes, xampu, medicamentos. Então não perca mais tempo e procure um especialista.

Tags: , ,
Publicado por Nathalia
Revisado em 31/10/2011

Compartilhar