Home » Comportamento

Os direitos humanos e religião

Confira sobre os direitos humanos e religião. Saiba mais até onde irá a discussão sobre a religião e suas técnicas de ensino.

direitos humanos

Um dos momentos mais importantes e simbólicos do desenvolvimento da humanidade foi a criação dos direitos humanos. Sendo universais e garantidos à todas as pessoas deste mundo, os direitos humanos representam o avanço do homem em direção ao seu próprio progresso, garantindo a cada pessoa da terra o mais básico e fundamental dos aspectos para a vida, bastando para possuir estes benefícios ser apenas humanos.

Um dos pontos mais importantes abordados por este tratado maravilhoso é a liberdade individual, na qual cada homem tem direito de exercer seu pensamento e sua fé. E neste sentido, sendo a religião um dos aspectos mais fortes na vida de uma pessoa, ter seus direitos assegurados é fundamental. Saiba mais:

Direitos humanos e diversidade religiosa

diversidade de religiões

Não somos iguais. Nascemos iguais perante a lei, mas em nosso crescimento seguimos caminhos diferentes. A crença é uma desses caminhos. Em cada região do mundo encontramos diferentes traços religiosos, e mesmo em um único ponto, como o Brasil, podemos identificar facilmente diferentes formas de fé.

Todavia, os direitos humanos asseguram que cada homem tem o direito de exercer livremente e sem vergonha sua própria crença, sendo sua identidade religiosa algo sagrado e inviolável, sem que este venha a sofrer qualquer tipo de represália por isso.

Direitos humanos e liberdade religiosa

pessoa segurando terço

Por sua vez, uma fé envolve não apenas doutrinas teóricas, mais ritos e manifestações coletivas de fé. Muitas vezes estas manifestações se dão através de encontros e cultos, outras através de pregação desta fé para outras pessoas.

Nesse sentido, os direitos humanos asseguram à todos que creem em algo o direito de exercerem seus cultos e seguirem seus dogmas sem que venham a ser vítimas de qualquer forma de perseguição por isso. Ao mesmo tempo, a sua liberdade permite que levem sua crença até outras pessoas, desde que isso não fira a liberdade de se manter fiel à sua crença da outra pessoa.

Os direitos humanos nos mostram que apesar de não

Direitos humanos e intolerância religiosa

pessoas se comprimentando

Como já dito anteriormente, todos têm o direito de seguirem sua religião sem sofrerem qualquer tipo de recriminação social por isso. Assim, fica terminantemente proibido, sendo contra a lei, qualquer forma de perseguição, agressão ou manifestação de intolerância contra uma pessoa devido à sua escolha de fé.

Deste modo, qualquer ato de violência é tido como barbárie, sendo penalmente punido por ferir o direito de uma pessoa de seguir o livre pensamento. Logo, os direitos humanos condenam o terrorismo e as chamadas guerras santas.

Direitos humanos e ensino religioso

bonequinhos de mãos dadas

Sendo um dos pontos mais polêmicos no que diz respeito ao pensamento e exercício da religião, o ensino religioso e sua legitimidade têm sido muito discutidos. Deste modo, os direitos humanos entendem que o ensino religioso é facultativo à uma instituição de ensino, todavia, é inaceitável segundo ele, que qualquer aluno sofra uma discriminação ou perseguição por parte da instituição por não concordar com o pensamento pregado ou por se recusar a acatar e seguir os ensinamentos levantados.

Deste modo, torna-se possível ensinar a religião apenas em termos teóricos, respeitando a liberdade individual.

Os direitos humanos nos mostram que apesar de não sermos todos igual  aparentemente, todos somos iguais perante a lei. Com livre arbítrio e direito de escolhas.

Quer saber mais sobre direitos humanos? Veja o vídeo sobre a história dos direitos humanos:

Tags: , ,
Publicado por Andre
Revisado em 27/11/2013

Compartilhar