Home » Dicas

O sal faz mal a saúde?

A cada dia novos estudos e discussões surgem em relação aos efeitos do sal em nosso organismo. Será que realmente faz mal a saúde?

Muitas pessoas confundem o sal e o sódio, mas são dois nutrientes diferentes, já que o sódio é apenas um elemento que junto com o cloreto compõem o sal.

saleiro e medidor de pressão

A recomendação de consumo de sal, segundo especialistas, é de 5 gramas para uma pessoa adulta, isso é o suficiente para manter a pressão e o volume sanguíneo dentro da normalidade do corpo.

É um nutriente importante na alimentação, pois facilita na absorção e na eliminação de detritos do organismo, mas em quantidade excessiva se torna um grande vilão. O sal quando entra no corpo é absorvido pelo intestino e vai para o sangue, se for consumido em quantidade superior ao normal, cai na mesma quantia nos vasos e como a água é sugada pelo cloreto, o organismo reage aumentando a pressão arterial na tentativa de aumentar o fluxo de sangue e assim normalizar e manter o equilíbrio da água no corpo.

Mas o problema é que os vasos estão acostumados com uma determinada quantia de sangue circulando entre ele e quando isso sai do normal e eleva à quantia de sangue, os vasos se contraem para tentar diminuir essa passagem e tentar normalizar. A consequência dessa elevação pode acarretar em problemas de saúde graves como problemas renais, arritmia, hipertensão arterial e Infarto.

Abaixo estão alguns tipos de sal que são encontrados no mercado:

Sal refinado

Sal refinado

É o sal mais comum, passa por um processo de refinamento após a moagem, logo após se adiciona substâncias químicas e então eles ficam mais brancos e os minúsculos grãos mais soltinhos.

Por passar por todo esse processo, quase todo o valor nutricional dele é perdido e todos os conservantes colocados nele permanecem no produto final.

Sal marinho

Sal marinho

É feito a partir da evaporação da água do mar o que o torna puro, é seco naturalmente ao sol e não passa por nenhum tipo de processo, fazendo com que seja mais saudável para a ingestão do dia a dia. Ele é de coloração um pouco mais escura que o refinado e o sabor é menos salgado além de ser levemente mais úmido.

O sal marinho equilibra os nutrientes do nosso com os sais minerais, além de ser ótimo para a concentração e expansão muscular. Proporciona cloreto que faz com que produza os ácidos necessários para a digestão de enzimas, hidratos de carbono e proteínas e também ajuda no equilíbrio do peso corporal. Mas como todos os outros sais, em excesso é um grande vilão também.

Sal rosa do Himalaia

Sal rosa do Himalaia

O sal rosa do Himalaia é livre de poluentes e toxinas e é retirado dos depósitos milenares de sal no Himalaia. É considerado o sal mais puro do mundo e a sua coloração rosada é decorrente da alta concentração demais de 80 minerais na sua composição. São pequenos cristais colhidos manualmente e não sofrem nenhum tipo de refinamento.

Muitas pessoas o utilizam no banho por conter mais de 70 oligoelementos que ajudam na hidratação da pele. O teor de cloreto contido no sal Himalaia é muito parecido com o sal marinho, por isso, é de grande importância consumi-lo com moderação.

Usado antigamente para proteger os alimentos e saúde do ser humano, hoje o sal mudou de lado e tem sido assim as vezes o vilão na saúde de muitas pessoas, principalmente as que têm pressão arterial, com o consumo excessivo deste ingrediente ele pode ser fatal ao aumento de pressão arterial.

Como o este tempero possui uma propriedade bem peculiar que é o cloreto de sódio, acaba por atrair moléculas de água, acontecendo a retenção de líquido.

sal

A vida tem que ser equilibrada e o sal não foge deste padrão, tudo que é de mais faz mal e de menos também, é isso que comprova um estudo feito em mais de 86 países ao redor do nosso globo terrestre.

Que a quantidade excessiva de sal faz mal e pode levar a morte isto não resta dúvidas, porém quem consome de menos este tempero também corre um grande risco de morte, ou seja, o sal também tem que ser equilibrado, médicos diz que se consumirmos mais de 4g de sódio por dia as chances de morrer por hipertensão é muito grande, de 2g a 4g de sódio está correto e abaixo de 2g de sódio corre risco de morte também.

O importante é sempre ter uma alimentação equilibrada no sódio e acompanhada de potássio, se puder a diminuição de comidas industrializadas, pois ali está o grande aumento de sal que talvez você não esteja vendo.

Para isso existem diversos tipos de sal para consumo e iremos especificar algum para você ficar atento a eles, confira:

Sal Refinado

sal refinado

Obtido através da evaporação da água do mar, passa por um processo químico até ficar com 0,05% úmido, refinado e branco, neste processo ele fica com a taxa de sódio muito alta e diminui assim a taxa de iodo.

Sendo assim após o refinamento ele passa para o processo de iodação, já que a falta de iodo no corpo pode gerar o desenvolvimento de muitas doenças.

Sal Marinho

Também obtido pela evaporação da água, o sal marinho não passa por nenhum dos processos do sal refinado, seja térmico ou de refinamento, por este motivo ele mantem todos os nutrientes que o sal refinado perde em seu processo.

Com um sabor menos salgado do que o refinado, o sal marinho permanece com cores e tamanhos diferentes, em alterações o máximo que fazem é moer para ser usado para culinária.

sal marinho

Lembrando que o sal marinho pode trazer muitos benefícios a saúde e ao corpo como, por exemplo:

Mantém o equilíbrio da tiroide

Regula o excesso de sódio e potássio

Fornece energia para os músculos

Estimula a cura de feridas, alivia a psoríase

Ajuda a combater as carências provocadas por uma má alimentação

É antialérgico

Diminui a acidez gástrica

Depois de 3 a 4 semanas de consumo ele remineraliza o organismo, enriquecendo o cálcio, magnésio, flúor e etc.

Estimula a circulação sanguínea, respiratória, sistema nervoso, rins e vias urinárias.

Sal Rosa do Himalaia

Vindo direto das montanhas do Himalaia, esse cristal de sal rosa foi coberto por lava, foi mantido neste ambiente intocado foi cercado por neve e gelo durante muitos anos, o que significa que foi protegido de toda a nossa poluição existente. Considerado o mais puro sal encontrado no planeta terra.

sal do himalaia

O corpo humano tem 84 minerais e elementos, e o que impressiona é que este sal tem todos estes minerais e elementos, é simplesmente impressionante, ao consumir o sal rosa do himalaia foi ingere menos porção de sódio que o sal comum, isso porque ele é maior ou seja por ser um cristal de sal ou floco de sal ele ocupa menos espaço que o sal comum, por seu tamanho ele armazena energia vibracional, sem contar que os minerais encontrados nele são pequenos o suficiente para as células o absorver mais facilmente.

Os benefícios deste sal são muitos também como, por exemplo:

Desintoxica o corpo de metais pesados

Melhora a circulação

Reduz os sinais de envelhecimento

Auxilia na saúde vascular

Fortalece os ossos

Previne caibras musculares

Ajuda pulmões saudáveis e função respiratória

Reduz a pressão arterial

Promove o equilíbrio do PH estável dentro das células

Aumenta a hidratação

Promove padrões de sono saudável

Para uma melhor saúde começa a optar pelo sal marinho integral ou o sal rosa do Himalaia ao invés do sal refinado comum. Sua saúde agradece.

Confira no vídeo abaixo qual o melhor sal de cozinha para sua saúde.

O Sal de cozinha, ou somente sal, é formado por partículas de cloro e sódio. Por isso pode também ser chamado de cloreto de sódio. Claro que há ainda outros muitos minerais contidos no sal de cozinha, porém são em quantidades menores, quase que remotas, e por isso não há a necessidade de listá-los. O composto químico conta ainda com iodo.

sal

O mineral pode ser extraído de regiões litorâneas ou de rochas subterrâneas. Após extraído, o sal passa por lavagem e são moídos e centrifugados. Após isso, o mineral é levado a altas temperaturas e, em seguida, peneirados para retirada de impureza. A legislação exige, por fim, que o sal receba uma dose de iodato de potássio, e só assim são comercializados.

Bom, agora que você já conhece um pouco mais do sal de cozinha, vamos tratar um pouco dos benefícios e malefícios que ele traz a nossa saúde.

Sal refinado

O sal refinado é obtido normalmente por evaporação de águas marinhas. O que o difere do sal marinho é que ele passa por um procedimento térmico para retirada da umidade e pelo refinamento. Nesses processos inevitavelmente o sal perde seus traços de microelementos ou oligoelementos, incluindo o iodo, permanecendo uma taxa elevada de sódio.

Sal refinado
Depois do processo de refinamento e branqueamento o sal passa por um processo de iodação, para assim chegar ao estado que o encontramos nas prateleiras dos mercados. Cada grama de sal refinado possui aproximadamente 390 mg de sódio e 0,02 de iodo, e pode ser usado em qualquer elemento.

Por isso não é recomendado o consumo excessivo de sal refinado, pois o sódio presente em sua composição retém a água, o que aumentará a quantidade de sangue para os tecidos, dilatando as artérias e causando hipertensão.

Sal marinho

O sal light, não diferente do sal refinado, é também extraído através da evaporação da água do mar e refinado. A diferença é que ele é formado por cloreto de potássio e cloreto de sódio.

Sal marinho

Desse modo, ele conta com metade do sódio do sal refinado e a mesma quantidade de iodo, possuindo, além disso, potássio. O potássio é nutriente fundamental para equilibrar a acidez sanguínea, alterando a transmissão neural e contrações musculares.

Como se nota, o sal light tem o consumo mais recomendado, mas mesmo assim deve ser atentar para a quantidade. Tudo em excesso traz complicações!

Sal rosa do Himalaia

Sal rosa do Himalaia

O sal rosado do himalaia, muito procurado atualmente, tem esse nome por ser extraído da região do Himalaia, onde haviam águas marinhas. Usualmente é vendido junto com um moedor culinário, mas também pode ser encontrado já moído.

Sua composição é rica em mais de 80 minerais, e por isso possui diversos benefícios à saúde. Porém, não se anime tanto, ele também é rico em sódio.

É considerado mais saudável que o tradicional por não conter aditivos químicos, mas o excesso no consumo também pode causar problemas de saúde, devido a sua elevada carga de sódio.

Tags: , , , , ,
Publicado por Bianca
Revisado em 04/12/2015

Compartilhar