Home » Brasil

O relevo do território brasileiro

Saiba mais a respeito dos tipos, características e grandes destaques do relevo de nosso extenso e diversificado território brasileiro.

Planalto Pico da Neblina

O Brasil é um dos países com a maior extensão territorial do mundo, sendo que, para se ter uma ideia, um único estado nosso, como o Paraná, é maior que muitos países europeus, maior que Portugal, por exemplo. Tratar desta vastidão toda em termos geográficos não é tarefa fácil. Basta dizer que seria necessário ao menos mais de um ano, com toda nossa tecnologia, para fazer uma análise profunda e correspondente de nossa faixa de terra. Em suma, a amplidão de nosso país condensa em seu corpo uma grande variedade de fauna, flora, climas, e naturalmente de relevos também. Saiba mais sobre isso.

Características do relevo do território brasileiro

A vastidão do território brasileiro e todas as suas diferentes paisagens criam um quadro tão amplo que somente recentemente, em 1989 foi-se possível chegar à uma análise detalhada de nosso relevo. Até essa data, acreditava-se apenas que duas únicas formas de relevo existiam, sendo a terceira descoberta somente em 89. Deste modo, ficou claro que nosso relevo é composto por três tipos: planaltos, planícies e depressões.

Planície Amazônica
Em suma, o Brasil não é um país de grandes latitudes, e nosso terreno termina por ser bastante uniforme, no sentido de que não existem grandes montanhas, apenas montes. Ao mesmo tempo, grandes espaços planos e descampados crescem Brasil à fora. Deste modo, mesmo as condições mais áridas do clima são amenizadas pelas condições amenas de nosso solo, que permite uma vida bastante regular em quase todo o país.

Classificações do relevo do território brasileiro

Como já dito, são três as classificações de nosso relevo: os planaltos, as planícies e as depressões.  Os planaltos ocupam apenas duas regiões do país, entretanto, essas regiões juntas somam um número nada pequeno de 5.000.000 km quadrados, ou seja, muita terra! Estes são o Planalto das Guianas e o Planalto Brasileiro. O primeiro fica localizado na região norte do país, e sua extensão é tão grande que se estende pelos territórios de mais quatro países: Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, e pode ser dividido em duas regiões, a chamada região Serrana, onde se localiza o Pico da Neblina, que é o ponto mais alto do país, e a Planalto Norte Amazônica, que é coberto pela mata densa da Amazônia. E por fim vem o segundo, o Planalto Brasileiro, o maior, que de tão grande se divide em muitos outros planaltos, como, por exemplo, o muito famoso Planalto Central.

Depressão Sertaneja

As planícies também ocupam um pelo espaço, que somam juntas 3.000.000 de km quadrados, e que ocupam três regiões diferentes do país: a Planície Amazônica, a Planície Litorânea e o Pantanal Matogrossens, sendo a Amazônica a maior delas. É interessante notar que boa parte de nossa vegetação também está concentrada nas planícies.

Finalmente, a terceira categoria, as Depressões, são ao todo onze em nosso território. Muito antigas, são grandes erosões que remontam a tempos pré-históricos. Por sua vez, estas são diferenciadas por suas características e épocas, sendo que podem ser três os tipos de depressão: Depressões periféricas; Depressões marginais; Depressões interplanálticas.

O relevo do território brasileiro

O Brasil possui suas próprias características, diferindo-se de outros países e conquistando toda sua população com suas peculiaridades, apresentando paisagens diferenciadas e climas específicos, normalmente divididos de acordo com cada uma das regiões.

O relevo do território brasileiro é um dos aspectos que permite chamar a atenção de vários indivíduos exatamente por suas características e definições que, comparadas aos outros países do mundo, apresenta suas individualidades, fazendo com que o Brasil atraia não somente pesquisadores especializados nesta área de estudo, assim como também turistas que desejam conferir cada detalhe deste país maravilhoso.

Características do relevo do território brasileiro

Nosso país apresenta uma variedade imensa de características em relação ao relevo presente no território brasileiro e atrai várias pessoas exatamente por esta diferenciação e até mesmo antiguidade.

Mudança de relevo

Em questão do território brasileiro e de suas características, é possível destacar que a formação do mesmo no Brasil deu-se há muito tempo, sendo uma forma de construção antiga do solo que, ainda hoje, está presente em nosso dia-a-dia.

As principais mudanças do relevo do território brasileiro referem-se às atividades que são exercidas em nosso planeta em geral, além dos climas apresentados no Brasil, fazendo com que o solo modifique-se, consequentemente também havendo mudanças no relevo.

A erosão é destas características que pode ser destacada como a mais frequente no Brasil é causada por mudanças de clima constante, onde a variável dá-se entre o quente e o umedecido, além do semiárido ou árido que também pode ser opostos que causam este tipo de “danificação” ao solo.

Erosão

A natureza, principalmente com as modificações dadas em várias regiões brasileiras, também podem causar outros tipos de características do relevo, assim como os ventos e chuvas que podem mudar sua estética e até mesmo suas propriedades.

Classificações do relevo do território brasileiro

Há, no total, cinco tipos de classificações que podem ser dadas em questão do relevo de um local sem especificidades, tais nomenclaturas são: planaltos, planícies, depressão absoluta, depressão relativa e montanhas.

Planaltos brasileiros

No Brasil, somente podemos encontrar duas destas categorias: os planaltos, que são superfícies com uma pequena elevação, além de ações que permitiram desgastar o local, podendo deixar algumas marcas sobre este fator; e as planícies, estas que são superfícies, como o nome diz, planas, sendo que o processo de sedimentação do local é em maior nível e número em relação ao desgaste causado neste tipo de solo.

Aprofundando-se ainda mais no assunto em relação às categorias que podem ser encontradas no relevo brasileiro, é possível identificar ainda mais tais planaltos e planícies que estão presentes em nosso país, constatando nomenclaturas como: planalto das Guianas, planalto Atlântico, planalto Central, planalto Meridional, planície Amazônica, planície do Pantanal, planície Costeira e planície do Pampa ou Gaúcha.

Planalto das Guianas

Cada um dos planaltos ou planícies acima está definido de acordo com as regiões do Brasil, normalmente abrangendo alguns estados ou até mesmo pontos de orientação como sul, sudeste, nordeste, norte ou centro-oeste, com pequenas especificações que podem ocorrer em determinados pontos, além de caracterizar regiões específicas pelo tipo de relevo apresentado.

Para saber mais sobre relevo e geografia do território brasileiro, assista ao vídeo que segue abaixo.

O relevo do território brasileiro

O Brasil possui suas próprias características, diferindo-se de outros países e conquistando toda sua população com suas peculiaridades, apresentando paisagens diferenciadas e climas específicos, normalmente divididos de acordo com cada uma das regiões.

O relevo do território brasileiro é um dos aspectos que permite chamar a atenção de vários indivíduos exatamente por suas características e definições que, comparadas aos outros países do mundo, apresenta suas individualidades, fazendo com que o Brasil atraia não somente pesquisadores especializados nesta área de estudo, assim como também turistas que desejam conferir cada detalhe deste país maravilhoso.

Características do relevo do território brasileiro

Nosso país apresenta uma variedade imensa de características em relação ao relevo presente no território brasileiro e atrai várias pessoas exatamente por esta diferenciação e até mesmo antiguidade.

Mudança de relevo

Em questão do território brasileiro e de suas características, é possível destacar que a formação do mesmo no Brasil deu-se há muito tempo, sendo uma forma de construção antiga do solo que, ainda hoje, está presente em nosso dia-a-dia.

As principais mudanças do relevo do território brasileiro referem-se às atividades que são exercidas em nosso planeta em geral, além dos climas apresentados no Brasil, fazendo com que o solo modifique-se, consequentemente também havendo mudanças no relevo.

A erosão é destas características que pode ser destacada como a mais frequente no Brasil é causada por mudanças de clima constante, onde a variável dá-se entre o quente e o umedecido, além do semiárido ou árido que também pode ser opostos que causam este tipo de “danificação” ao solo.

Erosão

A natureza, principalmente com as modificações dadas em várias regiões brasileiras, também podem causar outros tipos de características do relevo, assim como os ventos e chuvas que podem mudar sua estética e até mesmo suas propriedades.

Classificações do relevo do território brasileiro

Há, no total, cinco tipos de classificações que podem ser dadas em questão do relevo de um local sem especificidades, tais nomenclaturas são: planaltos, planícies, depressão absoluta, depressão relativa e montanhas.

Planaltos brasileiros

No Brasil, somente podemos encontrar duas destas categorias: os planaltos, que são superfícies com uma pequena elevação, além de ações que permitiram desgastar o local, podendo deixar algumas marcas sobre este fator; e as planícies, estas que são superfícies, como o nome diz, planas, sendo que o processo de sedimentação do local é em maior nível e número em relação ao desgaste causado neste tipo de solo.

Aprofundando-se ainda mais no assunto em relação às categorias que podem ser encontradas no relevo brasileiro, é possível identificar ainda mais tais planaltos e planícies que estão presentes em nosso país, constatando nomenclaturas como: planalto das Guianas, planalto Atlântico, planalto Central, planalto Meridional, planície Amazônica, planície do Pantanal, planície Costeira e planície do Pampa ou Gaúcha.

Planalto das Guianas

Cada um dos planaltos ou planícies acima está definido de acordo com as regiões do Brasil, normalmente abrangendo alguns estados ou até mesmo pontos de orientação como sul, sudeste, nordeste, norte ou centro-oeste, com pequenas especificações que podem ocorrer em determinados pontos, além de caracterizar regiões específicas pelo tipo de relevo apresentado.

Para saber mais sobre relevo e geografia do território brasileiro, assista ao vídeo que segue abaixo.

Tags: , ,
Publicado por Andre
Revisado em 27/11/2013

Compartilhar