Home » Meio ambiente

Lixo no meio ambiente: causas e consequências

A produção excessiva de lixo e seu tratamento em quantidade insuficiente geram consequências catastróficas para o meio ambiente.

Atualmente, o assunto mais abordado em escolas e principalmente nas mídias de entretenimento como revistas, jornais, internet e televisão é o respeito ao meio ambiente. Esta questão, porém, está em pauta desde o início da década de noventa, como um alerta ao futuro do planeta que passou a se apresentar cada vez mais debilitado, devido ao mau tratamento dado pela população mundial.

O avanço da tecnologia passou a agravar ainda mais este problema, pois são descartados diversos aparelhos eletrônicos que se tornam lixo conforme surgem novas funções melhores que as anteriores. Ou seja, o consumismo é um dos principais inimigos do meio ambiente.

Ambiente poluído com lixo

Causas e consequências dos problemas ambientais

A principal causa atualmente, sem contar a falta de saneamento básico em diversos lugares do território nacional, é principalmente o comportamento capitalista que as empresas vêm tomando, a fim de obter lucros. Incentiva-se o grande consumo pela população, que obtém objetos e itens dos quais não precisa propriamente e depois simplesmente compra outro, descartando-o em pouco tempo. Esta atitude gera um lixo que não é reaproveitado devido à baixa incidência de reciclagem.

Este descarte de objetos deteriora as condições ambientais e compromete as futuras gerações, contaminando os solos e os lençóis freáticos, além de liberar diversos tóxicos lançados ao ar por veículos e fábricas que destroem a camada de ozônio, responsável por proteger o planeta dos nocivos raios solares. Somente no Brasil, são produzidas até duzentos e quarenta mil toneladas de lixo por dia.

Aterro sanitário

Métodos de tratamento ou armazenamento de lixo

O tratamento do lixo é algo ainda pouco discutido, pode-se perceber pela quantidade de campos de lixo (lixões) que os municípios possuem. Em alguns lugares, foi adotada a incineração de determinados tipos de resíduos como forma de conter o problema de contaminação do solo, mas este método polui o ar, atingindo a camada de ozônio e se tornando pouco eficaz.

A compostagem, por sua vez, define o tratamento de resíduos de restos animais e vegetais que são originados na cozinha dos domicílios. Utilizando-os como forma de tratamento para os solos, faz com que o lixo passe por determinado processo a fim de ser descartado no solo com fim produtivo. Porém, não somente de restos de alimentos se faz o lixo, então este método é apenas parcialmente eficaz.

Lixeiras de coleta seletiva

A reciclagem é, portanto, o método mais adequado para o tratamento do lixo. Requer que o indivíduo separe seu lixo para o recolhimento do descarte, e neste ponto é possível que determinados itens sejam reaproveitados por centros de reciclagem. Estes resíduos sofrem um processo de separação e esterilização para poderem ser utilizados na produção de novos itens.

Apesar de nem todos os itens serem reaproveitados nos centros de reciclagem, existem ainda os núcleos de artesanato que reutilizam determinados objetos de outras formas, criando decorações e adornos que podem ser novamente consumidos. Lixos radioativos, como pilhas e baterias, podem ser depositados em postos de coleta.

O vídeo a seguir trata mais detalhes a respeito da produção, do consumismo e dos problemas do lixo no meio ambiente.

Tags: , , ,
Publicado por Guilherme
Revisado em 13/09/2013

Compartilhar