Home » Escola

Gestão escolar democrática o que é

Gestão escolar democrática é a participação efetiva de pais, professores, estudantes e funcionários na instituição escolar.

Gestão-escolar-democrática

A Gestão Compartilhada, a Gestão Participativa e a Gestão Democrática são termos que fazem parte de uma luta que envolve diversos movimentos sociais e educadores que juntos, estão em defesa de projetos educacionais para uma melhor qualidade de ensino, envolvendo a parte social e burocrática.

Gestão escolar democrática definição

Gestão-escolar-democrática-definição
É a participação efetiva de pais, professores, estudantes e funcionários no meio escolar em todos os aspectos da instituição, é a gestão pelo qual incide diretamente nas decisões, tais como, formulação de políticas educacionais, planejamentos, avaliações, tomada de decisões, implantações, decisão sobre o uso de recursos e investimentos, ou seja, assuntos que dizem respeito a projetos pedagógicos como também as questões burocráticas.

Na constituição Federal de 1988 diz que a gestão democrática está como um dos princípios para a educação brasileira, junto com a obrigatoriedade, liberdade, gratuidade, gestão democrática e igualdade, que são regulamentadas por leis complementares como a Lei do Plano Nacional da Educação e a lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Na Gestão democrática deve haver compreensão pelos participantes e reunião de esforços para que haja implementos significativos na educação. O Plano Político pedagógico deve ser criado através de uma construção coletiva junto com o conselho escolar.

Gestão escolar democrática participativa

cartazes

Também está ligada ao embasamento de que o alcance dos principais objetivos educacionais está no sentido amplo do compromisso assumido por seus membros e das suas relações interpessoais, ou seja, ela também está associada a uma ação conjunta de professores, funcionários, país e alunos da instituição de ensino, todos com o objetivo de melhorar a construção dos projetos pedagógicos, melhorar a administração dos recursos da escola, cumprir dias letivos e horas-aulas estabelecidas, encontrar meios para a recuperação de alunos de menor rendimento e informar pais e responsáveis pelas notas e rendimentos escolares dos alunos, com isso consolidar um projeto de gestão democrática na instituição.

Gestão escolar democrática concepções e vivências

Gestão-escolar-democrática-participativa

O livro Gestão Escolar Democrática – Concepções e Vivências das autoras Maria Beatriz Luce e Isabel Letícia Pedroso de Medeiros faz parte da série Política e Gestão da Educação.

É um livro que trata de personagens que são estratégicos que trazem o entendimento para o processo de psicologia, psiquiatria e psicanálise, todo o conteúdo é feito de publicações de coletâneas e monografias que são resultantes de pesquisas acadêmicas-científica, composto por dissertações, teses e até opiniões dadas pelo Núcleo de Estudo de Política e Gestão da Educação, ajudando a melhorar a gestão institucional, a democratização das políticas na educação pública e fundamentar a formação do docente.

As publicações antes de entrarem no livro foram bem avaliadas para que sejam obras com perspectivas analíticas plurais e diversas, que consequentemente estimule no leitor debates sobre as complexidades, a natureza e sobre as relações das organizações entre a educação, o ensino e a política, seja um âmbito mundial, nacional ou até mesmo local.

Devemos ressaltar que a democracia no setor escolar por si só não tem significado e não vai se concretizar, ela só faz sentido quando está vinculada a uma percepção de democratização de toda a sociedade.

Gestão democrática da educação
No contexto Educacional atual, há várias formas de se fazer educação, após a aprovação da reformulação da Lei de Diretrizes e Bases (L.D.B) 9394/96, em 2013, em que as Políticas Públicas Educacionais tornam a democratização do Ensino algo vital para a sobrevivência dos ambientes escolares, juntamente com o ensino fundamental de nove anos.
Estas transformações visam levar o Ensino e o Conhecimento de forma efetiva e democrática para todos, já que a criança se apresenta a escola um ano antes, do modelo de séries para que haja adaptação e integração da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, em um currículo democrático e humanizado através da Gestão Democrática.

Definição de Gestão Escolar Democrática


A nomenclatura Gestão provém de uma vertente crítica democrática, em que o papel centralizado em uma pessoa sendo esta o diretor, transforma-se em uma equipe de gestores (Coordenador Pedagógico, Pedagogo e Gestor) para que as decisões sejam tomadas em conjunto, sem a última palavra de ordem, extinguindo assim o antigo modelo educacional Positivista, com a produção de aprendizado padrão.
Humanizando a Gestão das escolas, sendo estas públicas ou privadas para que a solução de problemas educacionais sejam tratados como algo necessário e natural para a contribuição do ensino democrático, voltado para a inclusão social, planejamento estratégico aliado à práxis educativa.

Gestão Escolar Democrática Participativa

gestão democrática
A Gestão Participativa acontece com a real participação do corpo docente (professores) e discentes (alunos), das famílias e comunidade.
Eleição para novos gestores, grêmio estudantil, grupos específicos para efetivação de projetos com diferencial de aprendizagem interdisciplinar e multidisciplinar, são intervenções que compõe uma realidade escolar plena, com  momentos culturais, jogos interclasses, festas comemorativas, juntamente com projetos a serem executados em prol da comunidade aliada a aprendizagem individual dos alunos, favorecendo a escola numa prática educacional plena.

Gestão Escolar Democrática Concepções e Vivências

Gestão Escolar Democrática Participativa
Temos como principais concepções a busca de um ensino de qualidade para a promoção da cidadania, e um currículo adaptado à realidade, juntamente com um Projeto Político Pedagógico criado e executado por uma gestão significativa e participativa. Outro fator para uma concepção positiva seria reuniões regulares para relatos do que funcionou e o que necessita ser melhorado  e replanejado.
Com a vivência em concepções diversas de ensino, é necessário que haja programas de capacitação de docentes e formação continuada, para que não seja contraditório o que se busca em um cenário educacional, a evolução do individuo através da Educação.

Tags: , ,
Publicado por Lucimari
Revisado em 20/11/2015

Compartilhar