Home » Frases

Frases de Caio Fernando de Abreu

Caio Fernando de Abreu foi um grande escritor, jornalista e dramaturgo brasileiro. Veja aqui algumas frases e trechos de suas obras.

Fique sabendo mais sobre Caio Fernando de Abreu e veja também algumas de suas frases.

Sobre Caio Fernando de Abreu

Caio Fernando Loureiro de Abreu nasceu em Santiago, Rio Grande do Sul em 12 de setembro de 1948. Foi um grande jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro. Suas obras falam sobre sexo, medo, morte e a solidão, tudo em um estilo bem econômico e muito pessoal.
Frases de Caio Fernando de Abreu
Estudou Letras e Artes Cênicas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Abandonou os cursos, e foi trabalhar como jornalista, onde colaborou com a Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo.
Foi perseguido pelo DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) em 1968, e por esse motivo se refugiou sítio de uma amiga, a escritora Hilda Hilst, que se localizava na cidade de Campinas.
Caio Fernando de Abreu ficou por um ano exilado na Europa, morando na Espanha, na Suécia, nos Países Baixos, na Inglaterra e França. Retornou a Porto Alegre em 1974 e em 1983 se mudou para o Rio de Janeiro.
Em 1985 Caio Fernando de Abreu mudou-se para São Paulo e a convite de alguns escritores retornou a França em 1994. No mesmo ano, regressou ao Brasil quando descobriu ser portador do vírus HIV.
Passou dois anos no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre e antes de morrer, passou a se dedicar a tarefas de jardinagem cuidando de roseiras na residência de seus pais. Faleceu aos 47 anos, no dia 25 de fevereiro de 1996 em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.
Frases de Caio Fernando de Abreu
Atualmente as frases e textos de Caio Fernando de Abreu ficaram muito famosas nas redes sociais como Twitter, Facebook e Tumblr, ambas postadas por fãs de suas obras e por pessoas que gostam de determinadas frases que dizem muito sobre elas ou sobre o que sentem.

Frases do Escritor

Algumas de suas obras são: Limite Branco, romance; Morangos Mofados, contos; Os Dragões não conhecem o Paraíso, contos; Ovelhas Negras, contos; Estranhos Estrangeiros, contos; Pequenas Epifanias, crônicas; dentre muitas outras. Confira abaixo algumas frases e trechos das obras mais famosas de Caio Fernando de Abreu.
“Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe? Quero acabar com as leis da física, dois corpos ocuparem o mesmo lugar.”
"O dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato."
"Eu queria ir pra um lugar onde eu tivesse uma sensaçãozinha, ilusória que fosse, de que tinha alguém prestando atenção em mim."
"Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo, e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros."
"Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe?"
"Dói muito, mas eu não vou parar. A minha não desistência é o que de melhor posso oferecer a você e a mim neste momento."
“Mas que seja bom o que vier, para você, para mim.”
Frases de Caio Fernando de Abreu
“A impressão que tenho é que nunca vai passar… Que a cicatriz não fecha… Que só de esbarrar, sangra."
“Uma coisa é certa: está tudo errado.”
“O meu dia só existe porque você existe dentro dele. Porque se você não vem é como se o tempo fosse passado em branco.”
“Tudo isso me deixa com calafrios na barriga, e uma certeza maluca de que o que realmente quero é na verdade o oposto de tudo isso, entende?”
“Guerras, pestes, são os tempos. Estou louco para cair fora deste vendaval contaminado que virou o planeta.”
“Vê se ri um pouco. Tenho aprendido que tudo tem jeito, o tempo é remédio pra tudo, vivendo e aprendendo. Por aí. Ai que preguiça.”
“Tenho achado viver tão bonito. Talvez porque ande, como nunca, perto da idéia da morte.”
“Pedi demissão. Prefiro vender pastéis.”
“Ainda não perdi a esperança de receber notícias suas. Sou tão inseguro, meu bem, não faça assim comigo não.”
“Viver só por viver consome, mas é o que sei fazer melhor.”
“Não se pode ser infeliz, não se pode morrer em vida, não se pode desistir de amar, de criar. Não se pode: é pecado, é proibido.”
“Não me mande coisas assim raivosas. Eu não tenho anticorpos para esse tipo de coisa.”
“O amor que sinto pelos outros quase sempre é suficiente, não precisa nem ter volta.”
“Sei que o tempo que eu tiver será exato. E sei também que pode acontecer não ‘um milagre’, mas uma sobrevivência maior.”
“Não adianta nada ficar do lado de fora, vendo fantasmas, imaginando coisas que não existem. Melhor entrar de uma vez.”
“Boas e bobas, são as coisas todas que penso quando penso em você.”
"Não importa quanto vai durar - é infinito agora."
“Esperar dói. Esquecer dói. Mas não saber se deve esperar ou esquecer é a pior das dores.”
“Eu sempre acho que cansei de ti, de mim, mas ai vem o amor e revigora.”
“Acho que fiz tudo do jeito melhor, meio torto, talvez, mas tenho tentado da maneira mais bonita que sei.”
“Nenhuma luta haverá jamais de me embrutecer, nenhum cotidiano será tão pesado a ponto de me esmagar, nenhuma carga me fará baixar a cabeça. quero ser diferente. eu sou. e se não for, me farei.”
“Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa.”
"Talvez tudo, talvez nada. Porque era cedo demais e nunca tarde."
"Quis morrer de novo, engoli outra rejeição - mas estou vivo e, sinto muito, vou continuar."
"Muita coisa que ontem parecia importante ou significativa amanhã virará pó no filtro da memória. Mas o sorriso (...) ah, esse resistirá a todas as ciladas do tempo."
Frases de Caio Fernando de Abreu
"Tenho tentado aprender a ser humilde. A engolir os nãos que a vida me enfia pela goela a baixo. A lamber o chão dos palácios. A me sentir desprezado-como-um-cão, e tudo bem, acordar, escovar os dentes, tomar um café e continuar."
"Não é que pensei outra coisa de gente grande? Esta é assim: tudo que parece meio bobo é sempre muito bonito, porque não tem complicação. Coisa simples é lindo. E existe muito pouco. "
“Quando se quer explicar o inexplicável sempre se fica um pouco piegas.”
“Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia - qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê.”
“De repente a gente se encontra numa esquina, num outro planeta, no meio duma festa ou duma fossa, a gente se encontra, tenho certeza.”
“Vontade de pedir silêncio. porque não seria necessária mais nenhuma palavra um segundo antes ou depois de dizerem ao mesmo tempo: - quero ficar com você.”
“Mesmo que as partidas doessem, e que a cada dia fosse necessário adotar uma nova maneira de agir e de pensar - mesmo assim era bom viver.”
“Nada em mim foi covarde, nem mesmo as desistências: desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem.”
"Garçom, uma dose de amnésia e duas de desapego, por favor...”.
“As pessoas escorregam e, se num momento foram, no seguinte já não mais o são.”

Tags: ,
Publicado por Fabiano
Revisado em 29/04/2011

Compartilhar