Home »
Warning: Use of undefined constant multiple - assumed 'multiple' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/blogcamp/public_html/wp-content/themes/k180928/templates/content-single.php on line 3
Religião

Conceito de religião e mitologia

Mergulhe na História e conheça alguns conceitos, templos e elementos da religião e da mitologia de diferentes povos antigos.

Conceito de religião e mitologia

O conceito de religião e mitologia é muito abordado atualmente, de acordo com a população que estamos estudando, estes aspectos podem modificar-se, variando de acordo com crenças, hábitos e costumes que são cultivados pelos povos, permitindo que os mesmos criem histórias de acordo com a linha de pensamento. Para os brasileiros, a religião é uma denominação muito conhecida, que está ligada à fé e às crenças, porém a mitologia pode ser pouco menos entendida e identificada, apresentando pontos de ligação com a religião, porém baseando-se em criaturas que fazem parte da história dos povos, normalmente referindo-se aos ícones que foram dados como verdadeiros há anos atrás.

Religião e mitologia romana

Panteão de Roma

Tratando-se da religião e mitologia grega, antigamente, os povos eram adeptos ao politeísmo, somente posteriormente tornando-se uma região que acreditava no cristianismo. Assim como na Grécia, os mesmos também eram seres imortais, porém com características humanas, como personalidade e até mesmo beleza, sem criaturas fantásticas e fora do comum. Os deuses também possuíam o poder de decidir a vida dos mortais, tomando decisões sobre o que ocorreria, fazendo com que Netuno tornasse-se o destaque dentre os deuses, tornando-se o ícone da divindade suprema. As forças da natureza eram apresentadas pelos deuses, destacando alguns exemplos como Cupido, deus do amor; Marte, deus da guerra; Vênus, deusa do amor e da beleza; e Saturno, deus do tempo.

Religião e mitologia grega

Parthenon da Grécia

Antigamente, na Grécia, os povos que moravam na região costumavam acreditar em vários deuses, ou seja, eram considerados politeístas, porém tais criaturas que eram consideradas divinas não possuíam aparência diferenciada, tratando-se de, visualmente, pessoas comuns e que possuam características humanas tratando-se de qualidades e defeitos, porém imortais. Costumava-se falar que tais deuses viviam no Monte Olimpo e que os mesmos eram responsáveis pelas decisões tomadas nas vidas dos mortais, com poderes divinos que permitiam comandar diferentes aspectos.

Aborda-se, ainda, que mesmo os deuses morando em um local reservado às divindades, desciam a terra para comunicar-se com os mortais e até mesmo relacionavam-se com os seres comuns, formando os heróis, também reconhecidos como semideuses, filhos formados da união de um deus com um mortal. Cada um dos deuses possuía uma denominação e era responsável por proteger algo relacionado à natureza, costumeiramente, assim como Zeus representava o rei de todos os deuses, Atena era a deusa da sabedoria, guerra, justiça e artes e Ares era o deus da guerra, separando-os de acordo com sua significação.

Religião e mitologia egípcia

Pirâmides do Egito

No Egito, é possível destacar alguns conceitos diferentes sobre mitologia e religião, sendo que os povos acreditavam em deuses, também politeístas, porém os mesmos possuíam habilidades e capacidades acima do que é considerado humano, estando em vários locais ao mesmo tempo e interferindo não somente nos mortais, assim como na natureza. Cada uma das cidades do Egito possuía seu deus protetor, sendo este o responsável por receber as oferendas que lhes eram feitas. Alguns deuses egípcios conhecidos são: Rá, deus do sol; Anúbis, deus dos mortos e do submundo; Hórus, deus do céu; Osíris, deus da vida após a morte; e Ísis, deusa do amor e da magia.

No vídeo a seguir, veja mais conceitos a respeito de elementos mitológicos e religiosos.

Tags: , ,
Publicado por Guilherme
Revisado em 10/10/2013

Compartilhar