Home » Saúde

Como evitar as cólicas renais

Como evitar as cólicas renais
O cálculo renal é provocado por cristais que se separam da urina e se unem para formar pedras em nosso sistema urinário. Sua incidência é bastante comum em pessoas com 20 a 40 anos de idade. Já o surgimento da doença está relacionado a uma série de fatores, sendo que sua causa nem sempre é identificada.

Mas, estudos apontam que o consumo de certos alimentos facilita a formação de cálculo nos rins. O mesmo vale para o uso de determinados medicamentos, que possuem altas doses de cálcio em sua composição.

Na maioria dos casos, este problema está ligado ao excesso de minerais em nosso organismo. Entretanto, também existe um tipo de pedra que é provocado por infecção urinaria. Conhecida como estruvita ou cálculo infeccioso, ela tem um tamanho relativamente grande e pode causar obstruções a via urinaria.

Por último, temos o calculo úrico, que é o menos comum entre todos. Ele está associado à gota ou à quimioterapia, e corresponde a 10% das causas desta doença. Geralmente, quem sofre de pedras nos rins apresenta dores intensas. O incômodo é resultado do movimento da pedra no trato urinário.

Também pode haver irritação no abdômen inferior, com possibilidade de extensão até a virilha, além de vômitos, náuseas e diarréias. Muitos pacientes ainda sentem forte desejo de urinar, sensação de ardor com a saída da urina, que é excretada junto com o sangue, e febre, que indica uma possível infecção.

De acordo com os especialistas, pessoas que já tiveram cálculo renal são mais suscetíveis à formação de novas pedras, por isso a importância de se tomar medidas preventivas. Uma das recomendações mais importantes é fazer o consumo de dois a três litros de água por dia. Com a ingestão de líquidos, há uma diminuição na concentração de sais em nosso organismo.

Ter uma dieta equilibrada também é importante para evitar o problema. Alimentos como beterraba, espinafre, morango, chá, chocolate e nozes aumentam o risco de incidência da doença. Você ainda deve fazer exames de rotina e sempre procurar o médico caso sinta algum incômodo.

Tags: , ,
Publicado por Fabiano
Revisado em 01/03/2011

Compartilhar