Home » Cultura

Capoeira regional no Brasil

A capoeira é um movimento bem conhecido no Brasil. Conheça um pouco mais sobre como ele é, seus movimentos e sua origem!

CapoeiraMais que um estilo marcial, a capoeira é um marco no desenvolvimento cultural brasileiro, sendo um dos elementos culturais mais tradicionais e importantes de nossa cultura.

Isso porque ela acompanha o desenvolvimento histórico e social de um dos momentos mais intensos de nossa trajetória e, seja ao se pensar no lado negativo dos fatos históricos, ou na importância altiva do que a capoeira representou nessa época, ela continua hoje sendo um elemento vivo e que abrange cada vez mais pessoas.

Com sua filosofia, trata da perseverança e do desenvolvimento de seus praticantes em todas as faculdades do homem.

Mas, como todo elemento cultural e social, sofreu influência de fatores externos, o que gerou mudanças regionais na capoeira. Saiba mais sobre isso:

 Capoeira regional características

Mestre BimbaA capoeira regional pertence, precisamente, à cultura da Bahia, e nasceu por volta de 1928, ou seja, é algo bastante recente, o que mostra que mesmo um elemento tão sólido quanto à capoeira continua seu processo de transformação e formação cultural.

O idealizador desse estilo foi o chamado mestre Bimba, nascido Manoel dos Reis Machado.

Ele era um lutador de conhecimento bastante amplo nas lutas marciais, e combinou ao já conhecido estilo da capoeira elementos da capoeira do além mar de Angola, bem como com golpes do Batuque, que é um estilo de luta-livre baiano que surgiu pelos arredores do século XIX. Seu interesse em “modificar” o estilo tradicional, todavia, ia além da mera vontade de criar um estilo.

O mestre Bimba idealizava uma capoeira mais bem vista socialmente, que tirasse os elementos marginais e da malandragem, e que fosse boa para a formação do aluno.

Assim, ele mudou alguns golpes que eram questionáveis, e criou até mesmo um código de conduta que abrangia vários aspectos, inclusive o da higiene. Ele também adotou as roupas brancas como oficiais, e exigia dos alunos boas notas, trabalho quando tiverem idade, e uma postura social adequada.

Capoeira Regional Movimentos

Movimento de capoeiraEm sua constante evolução, a capoeira regional desenvolveu golpes e movimentos próprios, que melhor condissessem com sua filosofia.

Como já dito, ela aboliu os golpes marginais e o jeito malandro, dando ao esporte um ar mais sério, ainda que sem perder o espirito irreverente da diversão.

Em suma, seus movimentos combinam movimentos racionais de ataque, com movimento de defesa e contra-ataque.

Estes, por sua vez, podem ser simplificados para principiantes, de modo que os alunos aprendam a jogar de modo seguro e confiante.

Seus movimentos mais conhecidos levam o nome de Armada, Arrastão, Bênção, Giro, Joelhada, entre outros.

Capoeira Regional Baiana

Movimento de capoeira 2A capoeira regional é uma variação propriamente baiana, que condiz com sua realidade.

Foi da realidade de uma maioria marginalizada e com um futuro social bastante sombrio que se fez a necessidade de se resgatar um elemento cultural bastante popular nas baixas esferas e o elevar ao nível que permita ao praticante uma ascensão social, se não literal ao menos de espírito, provendo o mínimo.

Isso se deu em uma região com essas características, e por isso é profundamente baiana.

Ainda ficou na dúvida sobre o que é capoeira? Assista ao vídeo do Youtube:

Capoeira

A capoeira regional é um dos estilos mais jogados em rodas que possui a característica de convidar visitantes a participar, sua principal característica pela utilização da malícia da capoeira angola com movimentos mais rápidos e golpes mais secos.

A capoeira regional foi criada pelo Mestre Bimba, com o intuito de elaborar golpes que fortalecesse a luta capoeira, porém, a discussão na área, é em torno do mestre Bimba ter ou não inserido golpes de outras lutas inexistentes na capoeira regional.

Capoeira regional movimentos

A capoeira possui o movimento básico de ginga, que inicia a luta, mantendo o corpo em movimento constante, combinado a uma defesa do rosto feita com as mãos, e essa ginga na capoeira regional possui subdivisões, ou seja, métodos diferentes de serem feitos.

Ponteira, benção e martelo são alguns dos movimentos da capoeira regional, onde são feitos somente com os pés, sem o apoio das mãos no chão, ou seja, somente com a variação de chutes, e são conhecidos como golpes diretos. A capoeira ainda conta com golpes giratórios, como armada, martelo voador e aú sem as mãos, movimentos de deslocamento como aú pequeno e rolê, movimentos de defesa como esquiva e negativos movimentos de quedas de um, dois e etc; ou de rim, aberta ou fechada, rasteira ou vingativa, e contando ainda com movimentos de bandas e de projeção.

 

Capoeira regional Baiana

Foi ainda na Bahia que mestre Bimba deu as primeiras modificações na capoeira de Angola, após observar que muitos capoeiristas utilizavam suas habilidades para entreter turistas, percebendo assim que a luta estava se perdendo em meio ao entretenimento, sendo assim, Bimba decidiu impor golpes que tornassem a capoeira uma luta novamente, tornando-a mais interessante e atrativa.

Além de incorporar novos golpes, muitos movimentos de aquecimento, exercícios físicos e principalmente a disciplina, eram de origens militares, pois ao ensinar aos pelotões do exército, Bimba lapidava ainda mais a luta, tornando-a séria e determinada, sendo posteriormente popularizada em todo o mundo e principalmente no Brasil.

Capoeira

Capoeira regional resumo

Atualmente percebe-se que o legado de Bimba se fez em diversos lugares do mundo, principalmente em relação à disciplina, já que nas rodas brasileiras de capoeira que permitem visitantes, ou seja, outros grupos de capoeiristas são muito enfatizados o respeito e os limites de um capoeirista para uma luta sadia.

Na capoeira regional é obrigatório que o aluno conheça a capoeira Angola, devendo jogar e adquirir malícia para o jogo, principalmente para controlar os próprios movimentos neste estilo mais lento e preciso, podendo observar e raciocinar mais a respeito do momento de golpear.

Bimba levou a sério sua empreitada, considerando ainda os batizados que permitem ao aluno obter um novo nível de conhecimento, ter acesso a tradições da capoeira, como rodas de samba, golpes e etc.

Roda de capoeira

Atualmente, existem campeonatos de capoeira em diversas regiões do Brasil, onde os participantes exibem seus conhecimentos em lutas contra o adversário, de forma respeitosa e competitiva, e estes campeonatos atualmente são regidos pela filosofia de respeito e de tradição que sempre foram os princípios do mestre Bimba.

Conheça um pouco mais sobre a capoeira no vídeo abaixo:

Tags: , ,
Publicado por Andre
Revisado em 13/11/2013

Compartilhar